terça-feira, 26 de novembro de 2019

5 dicas para fazer um escritório de estudos na volta às aulas


Logo terminarão as férias. Voltam as rotinas, as tarefas dos alunos, os trabalhos de estudo e de investigação, as provas e exames... E também torna o silêncio e a tranquilidade ao lar enquanto estão estudando, ou enquanto realizam suas tarefas de casa.

Mas antes que terminem seus dias de férias, e como você tem as baterias carregadas do verão, por que não terminar o mês com a reforma/ atualizando a área de estudo de seus filhos, ou o espaço onde desenvolvem seus trabalhos escolares?

Lembre-se que dispor de uma área de estudo limpa, arrumada, e com todos os materiais ao seu alcance, você vai ajudar a que a sua criança se concentre melhor, ser mais criativo, e a ter um melhor desempenho na escola.

Por isso, conheça 4 dicas fundamentais para criar a melhor área de trabalho para seus filhos, para que sua área de estudo seja o mais agradável possível e, assim, não têm mais desculpas para não estudar! E finalizaremos com 6 dicas para decorar e organizar melhor o ambiente de trabalho de seus meninos ou meninas.


1. Onde fazer a zona de estudos?

 Como, provavelmente, necessitam muito mais de ti e de tua supervisão enquanto eles fazem suas tarefas, acha que será conveniente que possam fazer seus trabalhos perto de ti, por isso que, provavelmente, será conveniente que você pode colocar um lugar onde você realizar normalmente suas atividades (na cozinha, na sala de jantar, etc), e assim será mais fácil supervisarle enquanto a sua criança realize seus trabalhos.

Em caso de que se tratasse de um/ uma jovem adolescente, e se o espaço da sua casa permitir, pensa na possibilidade de colocar a sua área de estudo no seu quarto. Nesse caso, e para evitar as distrações, considera-se colocar a sua mesa e cadeira, dando as costas para a cama. As janelas, embora trazendo a luz necessária, pode ser também uma grande fonte de distração.

2. Envolva  seus filhos no projeto da área de estudos


Permite que a sua criança se envolva no processo de criação de sua área de estudo, para que estes se sintam confortáveis e se identifiquem com o seu próprio espaço. Deixa que participem na decisão de escolher cores, onde colocar os móveis, e claro, deixe que decorem com algum desenho ou manuseio próprio, ou se é jovem, com algum poster ou vinil de seu gosto.

3. Pense na ordem e limpeza desde o início do projeto


Tenha em conta a organização, por isso é importante pensar com antecedência a localização de cada elemento. O mesmo em relação ao projeto que facilite a limpeza. Por exemplo: se o seu pequeno, tem uma grande variedade de livros, cadernos e cadernos, eu recomendo colocar umas prateleiras, a uma altura em que sejam facilmente acessíveis. E se o que você precisa em um armário para armazenar livros antigos ou que não se consultam habitualmente, certifique-se de que tenham portas, para que sejam mantidos livres de poeira.

4. De que cor pintar a área de estudos dos seus filhos

Este é um tema muito vasto, que vamos abordar em um próximo post em nosso blog.

Mas damos um avanço:

  • Cores claras e pastéis: são perfeitos para projetar um quarto que transmita calma e evite que seus filhos possam sentir-se sobrecarregados. Além disso, as cores pastéis são bonitos e estimular a criatividade.
  • Cores vivas: Se teus filhos são bem mais tranquilos, usar alguma cor ao vivo na área de trabalho irá mantê-los alertas e ativos, o que também pode funcionar se você combina com o branco, para que não se sobrecarregue e seja excessivo.
Agora é o momento para lhe apresentar algumas dicas muito úteis para organizar a área de estudo do seu filho/ filha, e garantir que a volta às aulas tudo ocorra da melhor maneira possível.

5. Faça limpeza de material escolar antigo

Rejeita os materiais escolares que já estão muito desgastados ou simplesmente já não sirvam. Por exemplo, canetas que já não tem tinta, cadernos e cadernos em mau estado, pinturas e témperas que já estejam vazias, e tudo aquilo que acha que seus filhos já não vão usar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário